Como sacar o FGTS retido

Quando eu saí do meu emprego no Rio pra vir pra cá, eu não consegui ser demitida. Tentei de todas as formas, pra poder pegar meu FGTS, mas não deu. E lá ele ficou. Na época, uma amiga do trabalho me disse que daria pra retirar, mas somente três anos depois. E o tempo chegou.

Aí eu fiz uma pesquisinha básica no site da Caixa pra saber o que era necessário pra retirar o Fundo. Difícil encontrar a categoria em que eu me encaixava, mas consegui: contas inativas. (Eles mudaram o site de quando eu consultei da última vez!) Tá lá:

4. Quando solicitar o saque, no caso de trabalhador fora do regime do FGTS por, no mínimo, 3 anos seguidos e quais os documentos necessários ?

A partir do 1º dia útil do mês de aniversário do trabalhador que ocorrer depois de passados 3 anos ininterruptos da data de afastamento do vínculo empregatício.

- Documento de identificação do trabalhador ou diretor não empregado; e

- Cartão do Cidadão ou Cartão de inscrição PIS/PASEP ou número de inscrição PIS/PASEP; e

- CTPS comprovando o desligamento da empresa e a inexistência de vínculo ao regime do FGTS por, no mínimo, três anos ininterruptos;

Isso entre outras coisinhas que não se aplicavam no meu caso. Em nenhum momento eles mencionam que precisa da rescisão do contrato, mas eu levei a minha. Gato escaldado, sabe como é? Peguei tudo direitinho: RG, carteira de trabalho e o papelzinho da inscrição do PIS. E a minha sorte foi que calhou do tempo dar certinho com o meu aniversário! Porque tem que ser três anos de conta inativa e só pode retirar a partir do mês do seu aniversário.

Mas como a gente tá falando de Brasil, eu já estava com mil pés atrás, torcendo pra tudo dar certo e a burocracia não me atrapalhar. Era um dos meus objetivos principais na viagem, trazer essa grana pra cá de qualquer jeito!

E lá fui eu pra Caixa no dia da mentira. Cheguei na hora que o banco abriu. No balcão eu disse que queria retirar o Fundo. “Fez o agendamento?” Não. “Então tem que ligar pra esse número aqui (0800 726 0101) pra agendar”. Você não pode agendar aí pra mim? “Não, tem que ligar”. E o celular estava sem bateria. Voltei pra casa, liguei e agendei pro mesmo dia, às 15h30, meia hora antes do banco fechar.

Voltei lá e falei com a mesma pessoa, um senhor moreno de traços nordestinos, todo largado na cadeira, com olhar de peixe morto, louco pra acabar o expediente e ele poder curtir o feriadão de Páscoa. Pegou minha papelada e começou a digitar no computador. E eu com a Alice a tira-colo. E digita pra lá, folheia meus papéis, respira fundo, levanta da cadeira, desdobra um papel do bolso, coça a cabeça, volta pra cadeira, digita mais.

“Qual é o nome da empresa?” Ué, tá aí no papel. Conselho Britânico. Ou British Council, que é uma organização internacional. “Ah, mas aqui no sistema tá com outro nome, não tá batendo, tá escrito THE British Council”. Eu respiro fundo e conto até dez pra não ter um ataque de siricutico. Calma, Ana Paula, não estressa senão o cara vai encrencar ainda mais. E ele revirava a carteira de trabalho, a rescisão (que não precisava!). Mas a conta é minha, não é? É meu direito, certo? “Os dados tem que estar todos certinhos, moça”.

“Eu preciso de cópia dessas folhas todas aqui da sua carteira”. Eu só tinha levado cópia do RG, do PIS e da folha de identificação da CTPS. A copiadora da mãe deu pau na hora de xerocar o resto. Moço, você não tem como fazer isso aí pra mim? “Não, tá quebrada a máquina”. E onde tem xerox aqui? “Lá do lado da peixaria”. Então eu vou ter que voltar aqui? “É, se a senhora quer dar entrada hoje, sim. E se der tempo da senhora voltar antes do banco fechar”. Visualizem a pessoa aqui quase bufando de raiva.

Lá fui pra xerox. Ainda faltava uns 20 minutos pra fechar o banco. Corri igual louca. Xeroquei tudo e voltei. Viu, moço, deu tempo de eu voltar. Eu tentei ser simpática. O cara nem olhou na minha cara, os lábios não fizeram movimento nenhum. Dois minutos depois ele se vira pra mim e pega os papéis novamente. E volta a digitar no computador e folhear a minha papelada. Tudo de novo. E vira pra colega do lado e pergunta onde ela vai passar o feriadão. Notem, eu ainda estou plantada na frente dele, no balcão. E Alice ali, no meu pé. Ele me pediu o endereço e telefone. Em fração de segundos eu pensei que não seria boa idéia dizer que não morava no Brasil, ele já estava encrencando com o nome da empresa, imagina se eu falo que não morava lá! Dei o endereço da minha casa no Rio e o telefone da minha mãe. Não foi preciso comprovante de residência, acho que devia ser só pra referência mesmo.

O banco estava quase fechando, mas finalmente ele terminou de me atender, viu que estava tudo certinho e me deu o protocolo pra retirada da grana uma semana depois. “A senhora sabe qual é o valor, né?” Bem, pelo menos o que tá escrito aqui na rescisão, né, mais alguma coisa de juros, eu acho. Quando ele me mostrou o papel eu quase caí dura. Tinha mais que o dobro do valor que estava na rescisão! Baita surpresa boa!

Pra retirar foi fácil. Em algumas agências é preciso marcar pelo mesmo telefone, principalmente se você vai sacar em espécie acima de 5 mil reais. Mas eles também fazem transferência pra outras contas e não precisa ser a sua. Como eu já encerrei todas minhas contas, consegui transferir pra conta do meu pai. Retirei parte em espécie e o resto foi por TED. Pra retirar basta levar o protocolo, RG e PIS.

No final das contas foi super bom que esse dinheiro ficou lá esse tempo. Não fez falta até aqui e veio em super boa hora. E nunca ele renderia mais que 100% aplicado aqui no Canadá. Nunquinha. Pra trazer, trocamos tudo em travellers cheques pra depositar na nossa conta aqui. Lembrando que se você trouxer mais que 10 mil dólares canadenses, deve declarar na entrada do país. Não foi o meu caso.

Comentários

  1. Oi Ana
    Eu tbem aproveitei e tirei meu FGTS no ano passado..e como vc disse que bom que o dinheiro ficou lá e a gente não precisou antes, e agora já temos mais do que esperávamos
    Bjs

  2. OI Aninha APDD ,que bom ,que deu tudo certo ,e um dinheirinho a mais cai bem ,infelizmente o mundo ta cheio dessas pessoas mal humoradas que atende parcendo que estamos sendo inoportunos ou pedindo favor,eu me stresso com essas pessoas.Essa do nome da empresa foi boa para ele se invocar ,e com o meu marido ,foi em uma caixa e constava saldo “0″ mais ele tinha uns anos parados ,ai eu dei um palpite para ir em outra ,ele foi e achou tbem até mais do que esperávamos ,Por falar nisso meu marido tem mais um restinho lá e esse ano completou 3 anos e ele não foi buscar ,vou cutucar ele . Bjusss e fiquem com Deus.

  3. Ana eu sei que foi estressante mas morri de rir da sua narrativa, me senti lá do lado esperando a má vontade do cara, que bom que deu tudo certo.

  4. Ana, que surpresa boa! Imagino sua ansiedade enquanto ele digitava e verificava td. Que bom que deu certo! Bjos

  5. é eu tb saquei no ano passado , havia preso 15 anos de trabalho, alias essa foi a grana que usei pra dar entrada no meu processo e mostrar pra eles que tinha o suficiente. Agora me diga, na entrada na hora da imigração, eles pedem que vc tenha os 10.000 dolares com vc?? ou sse eu mostrar o extrato da conta aqui esta tudo bem?? brigado

  6. Oi Ana!
    Opa,agora sai a reforma!!!Fiquei rindo até agora de seu relato,é bem assim mesmo,original do Brasil!Bjooo

  7. Oi Ana!!

    Engraçado que eu estou exatamente na mesma situação do começo da sua história. Fiz de tudo pra ser mandada embora, so faltou falar com o dono da empresa, mas não deu certo. Então pensei comigo: espero que esse dinheiro não faça falta e que daqui a três anos eu tenha uma surpresa bem agradável! Tb estou me mudando praí mês que vem!!
    E o posto tá engraçadíssimo – se não trágico também! Esse nosso Brasil é um caso sério! hahaha

    Ana Luisa

  8. Ana, já estou guardando seu email para quando for sacar o meu… obrigada pelas dicas!!

  9. Puxa, quando li sua descrição da saga para sacar o FGTS me lembrei que não sinto a menor falta do Brasil… era burocracia realmente mata… Só de pensar que daqui a 2 anos também vou para o Brasil sacar esse dinheiro já fico cansada rsrsrsrsrs Bem espero que estejam curtindo muito o Brasil, aproveitem o calor daí, porque aqui em Montreal está friozinho e até nevou esta semana rsrsrsrs

    Bjs

  10. que bom que vc conseguiu Aninha!!! E o povo daqui eh muito grosso ne? Isso tb me deixa revoltada…ainda mais vc agora morando fora, não deve mais estar acostumada com isso.

  11. Ana,

    Apesar da novela toda, que bom q vc conseguiu sacar! Suas dicas foram valiosissimas e com certeza vamos lembrar delas o ano q vem, quando chegar nossa hora se sacar tambem.

    Bjim, Neuzinha

  12. Acho que o meu consigo sacar na próxima vez em que for pro Brasil.. Saí da empresa em 2006, então fica tranquilo.
    Mas lembro de quando saquei da 1a. vez, só fui na agência da Caixa perto de casa, falei com o gerente e ele me explicou tudinho que eu precisava. Suuper tranquilo. Tá certo que o valor deve ter feito diferença, eram só uns R$400….

  13. Bom Ana, eu me senti como vc nessa narrativa , imaginei o mesmo cara,só ki sendo bigodudo,crachazinho no pescoço. caneta indo de um lado para o outro nos cantos da boca, e com ar de superior de num sei la o ke, e me dizendo” Meu caro amigo(e ele acha ki ja sou amigo dele)a kestão é ki Bla blá blá blá blá blá blá blá e blá e muitos blás blás blás depois, vem a bombastica reação do individuo, ,” Bom aqui consta sim ki o senhor tem esse saldo ,mais o senho vai ter ki blá blá blá blá blá , ” chegaaaaaaaaa de blás , andei andei por ai a fora e nada de nada de fgts,gastei paciencia, fikei estressado e fgts ki é bom neverrrrrrrrrr!!

  14. Então estou com meu FGTS, retido mais ainda não tenho 3 anos mais tbm sei das regras(aposentadoria,casa propria, doença grave etc…) mais para sacar no entanto um valor passial do fgts fora todas essa regras. obrigado aguardo resposta.

  15. OI ANA ,ADOREI AS INFORMACOES ,POIS ESTOU VOLTANDO PARA O BRASIL E QUERO SACAR O MEU FGTS QUE ESTA RETIDO DESDE 2002 MAS NAO TENHO MAIS A RECISAO DO CONTRATO ,JA TENTEI LIGAR EM VARIAS AGENCIAS PARA SABER SE PODERIA SACAR SEM A RECISAO ,MAS NUNCA CONSEGUI NUNCA ATENDERAM O TELEFONE, ENCONTREI UM NUMERO DE ATENDIMENTO PARA QUEM MORA NO EXTERIOR E O ATENDENTE ME DISSE Q NAO PODERIA PASSAR ESSA INFORMACAO,Q EU DEVERIA PEDIR ALGUEM LA NO BRASIL PARA LIGAR PARA O SAC DA CAIXA (0800….)E OBTER ESSA INFORMACAO ,MAS FELIZMENTE ENCONTREI SEU POST,E FIQUEI MUITO FELIZ EM SABER Q VOU CONSEGUI PEGAR ESTE DIMDIM E QUE PROVALVELMENTE TEM MAIS DO Q IMAGINO ,QUE MARAVILHA!!!!!!

  16. wellington disse:

    Oi,adorei as informações.procurei por dias sobre o assunto e só consegui saber mesmo por você.o meu fgts vai ficar retido agora no mês de julho,pode?rsrsrs
    vou ver isso como um investimento,já que rola juros.
    obrigado pelo esclarecimento.Boa Sorte!!!!!

  17. oi ana ,vc deve ser uma pessoa muito legal, ri muito da sua narrativa,olha tem que ter muita paciência para mexer com essas coisas,vou tentar sacar um fgts retido espero que eu tenha sorte.tchau,gostei muito da sua esperiência.

  18. Marcelo Eduardo disse:

    Olá Ana, reforçando os comentários, sua narrativa é muito engraçada “AGORA”……não dá para imaginar você na agência……aproveitando sua experiência junto as contas inativas, qdo diz “ocorrer depois de passados 3 anos ininterruptos da data de afastamento do vínculo empregatício” neste intervalo eu posso ter vínculo junto a outra empresa ou eu devo ficar desempregado durante 3 anos (que é um absurdo!) ou no seu caso que está fora do Brasil, trabalhar sem vínculo com o FGTS?

  19. claudemir candido disse:

    nossa gostei muito da sua esplicaçao , engraçada e esplicativa , muito obrigado..

  20. Gostei da narrativa também me senti como se eu estivesse bem ali do seu lado tb…vou fazer três anos agora que tenho meu fgts retido , mais com sua ajuda vou conseguir sacar, não é muito mais ja da p folgar as coisas …bjs

  21. Olá queridos, nossa, hoje mesmo antes de ligar para a caixa vim buscar informações sobre esse tal de “fundo retido”… e pra começar a “desinformada aqui” que sou eu lógico, pensando que fosse apenas receber alguma coisa parecida com o salário mínimo.. e imagina, com essas informações, amanhã mesmo vou dar entrada… e já se falando em Brasil “a respeito desses atos” realmente, 80% dos atendentes da caixa são super ignorantes e grossos, uma má vontade de atender e principalmente quando o assunto é receber [nossos direitos] — aí é que é! Poxa, gostei mto das informações e amanhã mesmo estarei resolvendo a minha situação/ mas, detalhe: Moro em Manaus/Amazonas… as coisas aqui tb são bem complicadas… não consegui agendamento pelo SAC, mas segundo informações, não é necessário… já pensou? chego lá e tenho que passar tudinho como a nossa amiga passou??? afffff
    Beijos em todas! <3

  22. sair de uma empresa e não consiguir retira meu fgts. dizem que precisa da empresa libera mais ate agora nada ok devo fazer?

  23. Ana, não entendi um negócio, vc ficou os três anos sem movimentar uma conta do FGTS? No meu caso será possível o saque, tenho conta inativa, porém tenho outra em movimentação.(outra empresa).
    Boa sorte com seu dinheiro…
    Abs.
    Marcos Crisp

  24. tenho duvidas qunto a receber,este pis que ficou rertido ,do ano de 2010,o que devo fazer?se quando ligamos é tão dificil atenderam.só existe agendamento por telefone?

  25. Adorei o seu texto, muito instrutivo e criativo. Obrigado!

  26. obrigada ana pela informacao adorei seu blog um grande abraço..

Trackbacks

  1. [...] texto publicado na coluna Your Turn da revista Today’s Parents 14. pegar o meu FGST – abril de 2010 15. escrever no blog por 30 dias consecutivos 16. fazer 15 receitas dos meus bookmarks no Delicious [...]

Comente

*