Eu tive uma gestação anembrionária

Talvez poucas pessoas saibam, mas eu perdi uma gravidez antes de ter a Laura. Engravidei pela primeira vez em março de 2003. Com poucas semanas, 5 talvez, eu tive um sangramento e a médica recomendou uma ultrassonografia para ver se estava tudo bem. Vimos o saco gestacional, mas não vimos embrião. A médica disse que poderia ainda ser cedo pra ver o embrião, e pediu pra repetir o exame na semana seguinte.

Com seis semanas o exame foi repetido e o resultado foi o mesmo: nada de embrião. Eu, curiosa que sou, já fui pra internet pesquisar sobre visualização de embriões no início da gestação. Não achei quase nada em português e como sei inglês, consegui achar mais informações, e então fiquei sabendo o que era o ovo cego, ou gestação anembrionária. Pelas dimensões dos achados ultrassonográficos, eu já suspeitava que este poderia ser meu diagnóstico.

O diagnóstico foi confirmado no exame seguinte, já com sete semanas. Mas ainda assim, a minha médica disse pra repetir novamente em duas semanas. Eu já tinha perdido as esperanças e, finalmente com 10 semanas, no último ultrassom, o saco gestacional já estava todo deformado (não redondo) e ainda sem embrião. Como eu tinha lido muito sobre o assunto, optei por esperar meu corpo expulsar o que já não teria vida.

Eu fiquei arrasada. Ainda retive o material do útero por mais duas semanas e com 12 semanas eu comecei a abortar. Foi horrível e nem vou contar detalhes aqui, porque não convém. Eu ainda precisei fazer uma curetagem porque ainda tinha restos de tecido depois de muitos dias do processo.

Eu não quero falar da parte emocional daquilo tudo, até porque hoje não passa de uma triste lembrança. Dois meses depois eu engravidei novamente e aqui está a Laura.

O que eu queria dizer é que na época eu fiquei tão desnorteada porque nunca tinha ouvido falar de gestação anembrionária. Crei um blog, o Ovo Cego. Eu não atualizo o blog com tanta frequência, mas até hoje ele está firme e forte e ultimamente tenho recebido um retorno tão legal…

Como a maior parte das informações na internet é em inglês, eu quis fazer um blog em português pra ajudar outras mulheres que passam pela mesma situação, pra que não se sintam tão sozinhas e saibam que isso é passageiro. Criei também uma comunidade no Orkut (que hoje eu mal frequento!), que é super movimentada e virou um grupo de apoio.

Semana passada eu recebi dois emails de mulheres que tiveram ovo cego e hoje uma está grávida e outra já tem uma filhota. As duas me agradeciam pelo blog, porque quando passaram pela situação, foi de muita ajuda pra elas. Eu fico TÃO feliz por isso. Adoro ajudar as pessoas e fico tão contente de saber que o meu bloguinho, tão despretensioso, se tornou uma fonte de informações e apoio para mulheres que passam por uma situação tão difícil.

Voltando ao que aconteceu comigo, foi sobre isso que eu escrevi naquela minha página de scrapbooking… Aqui está a tradução do texto da página:

Eu perdi um bebê antes de ter você, Laura. Era minha primeira gravidez e estávamos super felizes! Eu a perdi com 10 semanas e fiquei arrasada. Eu olhava outras grávidas e não entendia porque aquilo estava acontecendo comigo. Foi um momento muito difícil da minha vida, porque eu queria muito ser mãe. A médica disse que teríamos que esperar 3 meses para tentar novamente, mas esperamos apenas 2. E então veio você! Eu nem acreditava que estava grávida de novo! Porque eu tinha perdido uma vez, daquela vez eu não contei pra ninguém que estava grávida, até 12 semanas, bem depois que a gente já tinha visto o seu pequeno coração batendo. Não contamos nem para os seus avós! Eles ficaram radiantes quando falamos que estávamos grávidos novamente. A gravidez foi ótima, não tive muito enjôo e foi o momento em que estive mais tranquila e paciente em toda minha vida. Apesar de não ser nada fácil passar por um aborto espontâneo, se isso não tivesse acontecido, eu nunca teria conhecido você.

[tags]gestação anembrionária, ovo cego, aborto[/tags]

Comentários

  1. parabéns pela iniciativa Ana, e por ter sido forte o suficiente para aguentar essa barra e seguir a sua vida! e viva a Laura!

  2. Ana,
    Eu lembro desse seu primeiro blog, que a sua familia ainda não sabia mas vc já escrevia so bre o bebê. Era antes do “Menina Laura”, qual era o nome mesmo?
    Eu já estava grávida da Alice, apenas um mês de diferença entre elas! Lembro com tanto carinho da festinha de um ano das meninas, foi uma época tão gostosa né Ana?
    Um beijo grande pra você,

  3. Olá Ana, tudo bem?
    Muito legal esse seu post. Antes do Gabriel eu também tive um aborto espontâneo. Graças a Deus eu não precisei fazer curetagem. É uma sensação horrível, um vazio enorme. Eu me senti a pior das criaturas. Chorei muito, fique muito triste. Foi uma fase ruim da minha vida. Nunca pensei que fosse passar por isso. Mas Deus é tão bom, que após 1 mês e meio eu engravidei novamente e hoje temos o meu gatinho Gabriel que é alegria das nossas vidas.
    Eu não conhecia esse seu outro blog. Vou dar uma passadinha por lá.

    bjks

  4. Tudo que leio no seu blog demonstra coragem e vontade de ajudar ou contribuir de alguma forma com suas experiências. Considero um ato de coragem e o resultado, claro, não poderia ser mais positivo. Eu fiquei grávida duas vezes e fui até o fim, graças a Deus. Hoje tenho dois filhos, uma de 11 e o menino de 8 anos. Não foram muito tranqüilas, mas os dois são muito saudáveis. Penso nas mulheres que enfrentaram algum problema durante a gestação e acabaram perdendo seu bebê. Na minha família são muitos casos: a 1ª gravidez da minha irmã caçula, a 2ª gravidez da minha outra irmã, a 1ª gravidez da minha tia. Sem falar nas avós e outros casos na família que nós nem ficamos sabendo. Até pouco tempo, o aborto espontâneo ainda era tabu para muitas mulheres. Por isso, a informação é tão importante e todas sofrem MUITO com essa perda. A pós-perda também é angustiante, triste e dolorosa. Parabéns a você pelos relatos!
    Até

  5. Oi Ana, passei seu post pras meninas do MB, ok?

    MUITO bacana vc dividir sua experiência dolorosa com outras mulheres! Essa troca de informações é tão valiosa e recompensadora!

    Que bom que logo em seguida veio a Laura!

    beijos

  6. Vc é aquela Ana paula??? Oh mundo pequeno… até o virtual

  7. Pois eh Aninha..só quem passa pela perda de uma gravidez eh que sabe a dor que eh….obrigada por esse post!

    mil bjs
    Erika

  8. Oi, Ana!!!
    Bom, tem muito tempo que não falo com vcs, desde antes de vcs irem. Faz tempo, não?
    Eu não sabia desse tipo de gravidez, mas achei super interessante esse post e, principelmente, esse blog, pois sou mãe tb e imagino como deve ter sido difícil para vc e para essas outras mulheres que estão passando ou passam por isso.
    Mais isso é uma página virada, mas parabéns pelo blog e pelo post.
    Outra coisa, é sobre o post da carta para Laura, Lindo.
    Mudando de assunto, como vão as coisas por aí?
    Estão gostando? E a saudade? Estamos ainda no processo, nossa 1ªopção é toronto, mas vamos aonde conseguirmos emprego, quem sabe Vancouver!
    Bom, gostaria de falar que estou super feliz por vcs…
    Sucesso e Força!!!
    Ah, já ia esquecendo, estamos com um blog “projetomapleleaf.blospot.com”, adiciona agente aí.
    Bjs…

  9. Tereza Fagundes disse:

    Fico muito feliz de ver o quanto voce é forte.
    Para os pais os filhos nunca crescem mas lendo seu blog percebo que estamos redondamente enganados.São os
    pais que não deixam seus filhos crescerem.
    Sinto-me aliviada e emocionada com seu desenvolvimento.
    Parabens pelo blog e por repartir com muitos suas experiências.
    Deus te abençõe.
    Beijos!!

  10. anderia yamamoto disse:

    Ola tive uma gravidez,depois de quase onze anos pois minha primeira filha esta com 10anos e 6meses ai resolvi engravidar novamente ,estavamos todos felizes.Ate que um dia começou um sinal parecido com borra de cafe,fiquei muito assustada,mas o medico e minha familia me tranquilizaram ele receitou daquitil e minha irma e minhas cunhadas ja tinham passado por isso ai fiquei mais tranquila achando que com repouso iria dar tudo certo,mas infelizmente comigo nao deu,fiz utrassonografia la nao tinha embriao so o saco gestacional iria repetir o exame em duas demanas mais no mesmo dia começou a sangrar muito e fortes dores,fui para o hospital quando o medico me examinou ele ja falou que eu estava abortando e uma dor tao grande pois eu ja me sentia mae,sei que Deus sabe o que faz mas so nao sei explicar esse vazio e sei que minha vida nunca sera a mesma.

  11. Oi, querida. Eu tb tive uma gestão anembrionária. Foi agora em março, é um baque, muito ruim. Como meu corpo não expulsou o saco gestacional, optei pela curetagem…Tudo tão estranho, nao é mesmo? Mas, enfim, a gente aprende a lidar com a perda e a vida segue em frente. Mês que vem, vamos começar a tentar o irmãozinho(A) pro Gutão. Beijos, Ju

  12. Olá Ana, Eu também me chamo Ana e pelos vistos também estou a passar por uma gestação anembrionária, mas eu estou agora numa das piores fases, com 8 semanas de gravidez, eu e meu marido estavamos super felizes desde dia 5 de Setembro até que no dia 14 veio a pior noticia: a possibilidade de um ovo cego. Agora estou à espera que passem as duas semanas para repetir a ecografia e confirmar que não existe embrião, a médica disse-me que só quando o saquinho tem 20 milimetros é que se pode confirmar e o meu ainda tem só 18. Mas depois do sangramento que tive e das dores, não me restam dúvidas. Tenho sim uma grande angústia dentro de mim, a médica avisou que deveria passar também por um aborto espontâneo e estou a desejar que isso aconteça logo para isto tudo passar, é uma grande dor e não saber bem o que vai acontecer, como será esse aborto e a sencação de vazio que já sinto, só me apetece chorar, mas tenho de seguir em frente e obrigada pela iniciativa de teres lançado a informação na net e felicidades para ti e para a Laura. Tudo de bom e espero daqui a algum tempo também poder partilhar dessa felicidade, porque para já só me sinto perdida, queria adormecer e acordar depois de tudo isto passar. Felicidades para todas as que já passaram por isto, é muito triste mesmo.

    • ola ana,realmente é muito triste passar por isso.hoje tive um aborto expontaneo de uma gestação de ovo cego com 8 semanas.Em maio tive o 1 aborto com 5 semanas o embrião tinha 2.9 mm mas não ouviamos o batimento cardíaco;Só posso lhe dizer uma coisa-Somente DEUS PODE NOS CONFORTAR POIS NÃO DESEJO ESSA DOR A NINGUEM, SE APEGUE A ELE COLOCA SUA VIDA NAS MÃOS DO SENHOR, COM CERTEZA ELE VAI LHE CONFORTAR COMO FEZ COMIGO EM MAIO E EM OUTUBRO FIQUE COM DEUS É DIFICIL MAS QUANDO PASSAR ESSA DOR ESSE VAZIO VOLTAMOS A TER ESPERANÇA DO NOSSO SONHO.

    • Ola ana triste sei como se sente,em maio tive um aborto espontaneo;sempre sonhei em ser mãe.A unica explicação era má formação estava de 3 meses.Agora em novembro tive outro aborto só que esse era ovo cego.Entendo a sua dor pois somente Deus para nos deixar de pé; eu me sinto incapaz,vazia sem perspectiva;más creio no Deus que eu sirvo e sei que ele nos dará filhos lindos.Fiquei muito perdida e ainda estou um pouco más tenho que me apegar em Deus ele é o médico dos médicos creia nisso;sempre me fiz tantas perguntas por que estava passando por isso 2 vezes o que eu fiz de errado.Não obtive resposta.No meu caso a dor é maior pois tenho 38 anos e sou bióloga,nesse momento gostaria de não entender nada.Ao fazer o ult. e não ouvir o coração da 1 entrei em desespero. na 2 tinha medo de realizar o exame mais com 8semanas fui obrigada;a dor foi maior pois não havia o bebezinho.Só posso lhe dizer que Deus somente ele nos da força confie beijos Rita

  13. Meu nome é Simone e tenho 33 anos.
    Estou hoje aqui escrevendo o relato de uma grande frustação. Pois só aqui  consegui entender melhor o q acontceceu comigo ou melhor c/ minha gravidez.
     
    Em março desse ano eu e meu marido decidimos que queriamos um bebê pois dia 16 de outubro já fariamos 3 anos de casados e que já era hora de a família aumentar.
    Daí deixei de tomar anticoncepcional , e continuamos a nos cuidarmos pois queria q meu organismo ficasse bem legal p/ hora da concepção.
    Em junho fui ao médico fazer preventivo, e falei q queria engravidar e fazer os exames necessário para q eu tivesse uma gravidez tranquila,
    nossa tudo estava tdo certinho, exames de sangue e preventivo tdo normal , graças a Deus então apartir do dia desse dia q retornei do médico  e estava tdo certinho começei tentar engravidar mesmo ,mas sem muita pressa pois eu achava que iria demorar um pouquinho pra mim engravidar , mas que nada dia 12 de julho foi a minha ultima mestruação.
     
    Dia 14 de agosto peguei o resultado do exame de gravidez e deu positivo, eu e meu marido ñ cabiamos em nós de tanta felicidade .
    Nossa  ficamos  muito felizes  c/ a chegado do bebê , ñ demorou nada pra mim engravidar.
    Daí foi aquela coisa contamos a boa nova as  nossas  famílias  e aos amigos da vinda do nosso bebê , todos ficaram muitos felizes por nos.
     
    Minha gravidez está indo muito bem , ñ sinto enjoo e nem desejos, só os seios  aumentaram e fcaram doloridos e a silueta foi mudando, uma gavidez normal.
    Até o dia que fui fazer o ultrasom dia 04/10, já estava de 3 meses nossa foi o pior dia da minha vida q eu lembro.
    Eu e meu marido estamos feliz pois iamos ver o nosso bebê pela 1ª vez.
     
    O médico começou a fazer o ultrasom que era tão esperado , e começaram as perguntas teve sangramento , é a 1ª gravidez e o 1ª ultrasom eu respondendo q sim era tudo a 1º vez e q ñ tive sangramento,  e ñ ouvia o coraçãozinho o nosso bebê começei a ficar preocupada. Só tinha um  saco gestacional vazio e eu só queria saber aonde estava  o meu bebê, daí o notícia q era uma gravidez anembrionária eu ñ estava entendendo nada pois nunca tinha ouvido falar nisso e nem meu marido, daí o médico me falou q eu teria um aborto, como assim um aborto pois eu estava bem ñ senti cólicas e nem tive sangramento fique desesperada, e fui no meu médico e ele me explicou certinho o q aconteceu e q eu teria q fazer uma curetagem, nossa como foi dificil, Fiz a curetagem dia 06/10 pensando q iria acabar com o meu sofrimento, mas que nada sai do hospital arrasada, pois eu sempre achei q eu sairia do Centro Obstetrico c/ o meu bebê e jamais sem , parece q me tiram algo muito valioso ou q tivesem roubado o meu bebê, sei lá ñ consigo explicar o q senti naquela hora e continuo sentindo, mas sei q isso ainda vai  passar.  O meu marido estava todo o tempo do meu lado, mas qdo lembro q ele tbém sofreu bastante fico mais triste ainda, pq ñ queria ver ninguém sofrer c/ vi ele e tbém vi as pessoas proximas a mim, tdos nos  dão a maior força mas sei q todos ficaram muito triste, nossa q diferença de qdo eu dei a noticia de q está gravida, ainda fico muito triste qdo lembro dos meu planos c/ o bebê , qdo guardei os presentinhos , apessar de eu está gravida só 3 meses já tinha ganhado presentinhos. Mas guardei p/ meu proximo bebê pois sei q logo eu vou engravidar e Deus vai me dá a graça de nós termos o nosso bebê.
     
    Quero agradeçer de termos esse espaço para desabafarmos pois só quem passou por isso sabe entender a dor e o  q sentimos após uma gravidez anembrionária, pois a frustação é muito grande imagina vc está a espera de um bebê e descobre q ñ tem.
     
    Bjsssssssssssss …. a todas e q jamais percamos a esperança de termos o nosso bebê.
     
     
    PS: Deus nunca nos tira nada sem ter algo melhor p/ nos dar ……Deus é pai confiamos nele hje e sempre … Amém.

    • Olá Ana! meus parabéns blog pelo os filhos.
      Eu tambem passei pela uma gravidez anembrionada, foi horrivel e está sendo horrivel, pq estou apenas com um
      dia de curetada…Nossa eu estava super ansiosa para ver o rostinho do meu bebe, estava preparando a as roupinhas, apesar de está apenas com dois meses, eu já contando com meu filho…
      estou esperando me recuperar, vou fazer tratamento para q eu consiga ter um bebe..

      beijos, para todas, q passaram por isso e boa sorte. Confie em Deus, pois Deus é poderoso.
      MEU e-mail:maryhelplegal@hotmail.com, para quem quiser tc comigo… beijos,,,

  14. estou passando por isso ja estou com 6 semanas e o medico nao ve nada.
    nossa como etou sofrendo…

  15. oi,eu tambem passei por uma gravidez anembrionaria em maio de 2007 e sei o quanto custa ouvir o medico dizer que nao se ouve o coraçao e que nao tem embriao…eu tive que provocar o aborto porque nao tive nenhuma hemorragia e para perder a ideia de que nao tinha um bebe comigo mas mesmo assim ainda hoje doi demasiado no psicologico e nao esqueço o que aconteceu, hoje passado 2 meses de tentar tou novamente gravida vou fazer a primeira ecografia com 6 semanas tou com muito medo que tudo se repita ou que tenha outro problema qualquer…E muita incerteza e sempre que conheço alguem que passou pelo mesmo relembro tudo como se fosse hoje…mas força, a vida nao é facil mas temos que a viver…

    • OLá,
      Tive uma gravidez enembrionéria em novembro fiz curetagem.Minha mentruação ja veio duas vezes, mas confesso que to com medo de tentar novamente.Eu li o que vc escreveu, e como vc está?

  16. Ana Paula, muito legal a sua atitude de contar a sua experiência ruim e também o momento maravilhoso que foi ter a sua bebê.
    Também passei por uma gestação e perdi o meu bebê. Já faz 7 meses.
    E procuro notícias boas como a sua de mulheres que engravidarão.
    Estou na tentativa novamente, muito ansiosa, mas tenho certeza que Deus está quardando um momento especial para nós.

  17. Oi Ana Paula!
    Acabei de receber a notícia que a minha gravidez provavelmente é anembrionária, nossa é terrível, principalmente pq era uma gravidez sonhada, passamos 7 meses tentando engravidar, vê o resultado do exame de sangue escrito positívo foi a melhor coisa que nos aconteceu. E hoje estou aki arrasada, meu chão sumiu. O médico pediu-me para esperar mais uma semana e repetir a ultra, vai ser a semana mais longa da minha vida. Mas Deus sabe o que faz, não entendo pq Deus tirou esse bebê de mim, mas não preciso entender, apesar de está muito triste eu confio na decisão de Deus. Vim aki no seu blog a procura de histórias que tiveram finais felizes como a sua. Espero, em breve, engravidar novamente e ter uma gestação tranquila e que no final da minha próxima gravidez eu possa carregar o meu bebê no colo e amamentá-lo, assim como vc e a Laura.
    Parabéns a Laura é Linda!

  18. oi ana,muita linda sua historia e tenho fé em Deus que embreve estarei aki contando a minha tambem,faz 15 dias que fiz uma curetagem,por causa de uma gravidez anembrionada,ate então não que era isso … estou muito ansiosa pois ainda não tenho filho … e quero muito ser mãe … beijus pra vc e LAURA …

  19. Oi Ana acabei de passar por isso essa semana, nossa fiquei arassada, ainda mais qdo vc conta p as pessoas que vc estava gravida com este problema todo mundo anula a sua gravidez e não a considea gravida, isso me fez sofre muito. Fiz a coletagem nessa terça e to sentindo muitas dores, voltei no medico elepediu uma ultrason, vamos ver tomara que estejas tudo bem.

  20. anne suelen brasil simoes mota disse:

    oi hoje no momento dia 13 de abril estou passando por um momento dificil tambem na minha vida estou com mesmo problema das colegas GESTAÇÃO ANEMBRIONARIA estou triste pois nao tenho filhos com meu marido .Mais tenho 3 lindas meninas mais queria ter mais um vcs podem estar achando que sou luca por querer mais um filho mais e porque so filha unica e eu gosto de criancas.Bem obrigada e m desejem sorte pois tenho certeza q vou sair dessa amanha 14 de abril serei internada para uma coretagem.

  21. Olá Ana,

    nesse momento vivo a espectativa de ter ou nao uma gravidez amembrionária. Na próxima semana farei novamento a ultra. Já tenho um filho de 3 anos e …
    BEm, vamos esperar ne?
    Obrigada por me deixar mais leve com suas palavras.

  22. Belissimas palavras Ana, me senti confortada e com as esperanças renovadas… Acabo de passar por esta gravidez anembrionária, é indescritível o que se passa na nossa cabeça. Ainda estou muito triste, mas confortada, pois se isso veio acontecer é porque Deus tem outros planos para minha família.

    Parabéns pelo dom da palavra que você tem, e obrigada por querer compartilhar conosco.

  23. oi Ana! estou passando pior momento da minha vida pois semana passa fui fazer minha primeira tranvaginal,na onta do mdico estava de 8 semanas,e ao fazer o exame constou um saco gestacional de 7 semanas sem o embreão,vc sabe como me senti.Tive a mesma reação sua fui a intnet pra pesquisar o por que meu bb não apareceu,pois a medica me pediu pra repetir daqui duas semanas,mas não explicou nada,disse só que ja teve paciente assim que o embreão so apareceu com 9 semanas. e eu estou vivendo os piores dias pos essa duvida eta me deixando louca,eu não perdi as esperanças de chegar no dia e te a melhor noticia q la esta o meu bb.Pois eu conio muito em Deus e sei que ele não faz nada por acaso.
    um grande bj e embreve dou noticias.

  24. regiane damasceno disse:

    Eu tive uma gravidez anembrionada eu to muito triste por causa disso eu vou poder ser mãe denovo eu qro tanto?
    Fiz a coletagem tenho q esperar muito pra tentar novamente?

  25. eu tive uma gestação anembrionada q qro saber se eu tenho q esperar muito pra ter outro bb ??regiane

  26. Ana,

    Estou na 6/7 semana e ontem fiz o segundo ultrasom e foi detectado o embrião porem ele não tem batimento cardiaco e ele não se desenvolveu como deveria…. estou tão triste. É o meu primeiro filho meu marido já tem uma filha de 10anos. Amanhã vou fazer outro utrasom mas a minha médica não me deu esperanças. Estou com medo dos procedimentos da curetagem, não tive nenhum sangramento, nem colicas até então e o colo do ultero está fechado. Estou muito confusa e com muito medo.

    Nara

  27. olá ana!estava lendo o seu depoimento,quando no momento estou passando por esta situação!estou a espera de um aborto espontanio,orientação da mnha ginecologista,realmente é um fato muito triste sta gestação anembrionada,fico feliz por vc!talvés em janeiro esteja palnejando outro! bjss

  28. Olá meninas,

    Há um ano atraz aproximadamente em junho/2007 também tive um aborto espontâneo, foi o pior momento da minha vida…era nosso primeiro filho.
    Entrei nesse blog li o depoimento da Ana e a partir dai foi só pensamento positivo. Hoje volto para agradecer a Ana as palavras de conforto e informar que estou grávida novamente de uma menina que chama-se Bruna, estou de 5 meses e muuuuuito feliz.
    Quero dizer a todas que estão estão passando por um momento tão dificil que não percam as esperanças Deus é maravilhoso e tudo tem sua hora…
    Um abraço

  29. Oi Ana também tive uma gravidez anembrionada, foi horrível a esperiência, mas hj já estou mais tranquila, fiz a curetagem há 17 dias e torcendo para que passe logo os três meses para tentar novamente. Beijos

  30. Parabéns pela iniciativa e sensibilidade, pode ter certeza que pessoas como eu e tantas outras encontram conformação nas informações contidas aqui. Esta triste experiencia, qdo compartilhada…é como se dividissemos a nossa dor. Espero poder engravidar novamente e ter o mesmo qprazer que vc teve ao ver sua preciosa LAURA…PARABENS..

  31. Cláudia Cristine Cezar da Silva disse:

    Olá como estas???espero que bem….
    eu também tive uma gestação assim ….foi horrivel nao desejamos nem p um inimigo….
    ja se passou 5 anos
    e a dor é grande no meu coração,tenho esse sonho de ser mãe mas tenho certeza que vou ser sim….
    eu sou negativa e o meu esposo positivo dai deu esse problema pois ja tinha perdido um nenem 8 meses antes desta anembrionaria…..
    e deveria ter tomado uma vacina e não tomei após a curetagem aí sim fiz a vacina,tenho feito exames e está tudo ok bom é isso parabéns pela laura linda foto e tudo de bom na tua vida!
    saúde,paz e muita felicidade p vcs…
    um grande abraço !Claudinha

  32. ola ANA,eu nem sabia que existia seu blog,entrei na internet e procurei gravidez anembrionaria e a primeira resposta que apareceu foi a sua,estou gravida de 3 meses e cinco dias,tive um sangramento procurei o medico e ele pediu uma ultrassonografia eu a fiz a dois dias atras e a medica me disse que e uma gravidez anembrionaria procurei outro medico e ele sugeriu que eu faca outra ultrassom daqui a 17 dias farei outra,e tbm minha 1@ gravidez,mas ainda nao perdi as esperancas,muito obrigada,vc esta me ajudando muito,DEUS te abencoe sempre.

  33. Oi, Ana!! como muitas das mulheres que visitam seu blog… eu também passei por essa experiência. Como e vc eu tb esperava muito por um filho. Suspeitei da graviez…fiz exame de sangue e ….POSITIVO …nossa fiquei tão feliz..ligue pro meu marido e ele ficou radiante.
    Fiz a primeira ultrasom e nada de ouvir o coraçãozinho dele….o médico tb disse q era pra mim fazer outra duas semanas depois….enfim mais duas semanas e nada… e o resultado…OVO CEGO, esse foi o termo q ele usou…a princípio fiquei triste por não ter nenê, mas acredito que foi por ter certeza q não havia um bebê foi q não sofri tanto. Mas Deus é tão e misericordioso que Ele cuidou desse meu lado emocional. Enfim, pra mim a pior parte dessa experiencia, foi o atendimento na maternidade…alguns profissionais(se é q podem ser chamados assim) da area de saúde são realmente muito ignorantes….me destrataram achando que havia provocado o aborto, pois o no meu caso foi aborto retido e tive que fazer aquela horrivel curetagem.
    Mas glorifico a Deus, por que conversando com o médico q fez a ultrasom, ele me disse q muitas vezes isso acontece, para que não hava má formação no bebê… então acredito que Deus possa ter evitado isso em minha vida…Amém.
    Hoje tenho um lindo nenê de 2 anos, saudável e muito abençoado por Deus.
    Esperar em Deus sei q é dificil, mas Deus nos ama e quer o melhor pra nós.
    Deus abençoe a todas.

  34. Oi Ana!!! Eu também tive uma gravidez anembrinária e não foi facil aceitar, tem horas que sinto um vazio enorme, é como se eu fosse a culpada por isso , mais tenho muita fé em Deus e acredito que aconteceu isso pq tinha que ser assim, fiz uma coretagem com 9 semanas de gravidez que foi quinta feira passada, foi horrivel eu ví varias mulheres sendo internada para ganhar bebê, e eu internada para coretagem fiquei pessima, mas ja me animei em saber que depois de dois meses vc engravidou de uma menina linda , Parabéns que Deus te abençoe vc e sua família pois o mundo precisa de pessoas assim como vc, de coragem e com sua bondade em poder dividir experiências com quem precisa, meu médico pediu para eu esperar pelomenos 6 meses para tentar novamente, mais não quero esperar td isso vou dar um tempo de pelomenos 3 meses e vou tentar novamente, ja tenho uma filha de nove anos mais desejo muito dar um irmãozinho ou irmãzinha a ela beijos e fique com Deus.

  35. BEM LENDO TD ISSO FICO ASSUSTADA,POIS JA PERDI DOIS BEBES QUANDO IA FAZER O ULTRASSON E O CORAÇAO NAO TAVA BATENDO,HOJE ESTOU GRAVIDA DE SEIS SEMANAS E AINDA NAO CONSEGUI VER O EMBRIAO ,VOU REETIR O EXAME EM 10 DIAS ESPERO QUE TENHA BOA NOTICIAS POIS SE NAO VOU FICAR ARRASADA>>>>> MAIS NAO VOU PERDER A FE EM DEUS, ELE SABE DE TODAS AS COISAS >>>BJUS A TODAS

  36. RUY E DANI disse:

    Olá Ana!! O meu nome é Ruy e a minha namorada acabou de fazer a segunda ecografia transvaginal pra tirar a duvida do embrião de não desenvolver e a duvida se confirmou; estou muito triste aponto de chorar compulsivamente e de ver a minha namorada abalada e arrasada, logo depois da eco ela me disse: “que já sabe porque uma mãe sofre tanto quando perde um filho’’, pois ela sofreu e está sofrendo muito por um embriãozinho que foi interrompido pela própria natureza. O que me conforta é a soberania de Deus, Ele sempre esteve no controle de tudo e de todos e não foi diferente com o nosso bebe. Parabéns pelo seu blog ele nos ajudou muito nesse momento dolorido e parabéns pelo seu bebe que já está enorme…fique com Deus

  37. Ana,
    ao q tudo indica estou tendo uma gravidez anembrionada e está sendo doloroso demais a espera de mais uns dias pra fazer novamente o exame. Espero ter logo a resposta definitiva, pois a espera está me matando por dentro.

  38. Sexta (17/04) tive um leve sangramento escuro, não parecia grave, as simplesmente algo me dizia que não estava bem, sabe lá no fundo, algo dizia vá ao medico. Então fui… porém minha médica não estava atendendo… liguei pro cel dela e expliquei oq ocorria, ela achou que poderia ser algo sem importancia, mas por segurança queria me ver e fazer uma eco pra saber se tudo estava bem com bb. Como ela não estava no consultorio pediu p/ um medico, colega dela, me avaliar… Qdo fui fazer a eco, ele olhou e olhou… começou fazer aquelas perguntas que nos deixam com a “pulga atras da orelha”… até que ele disse “vc não tem sangramento, mas o que me preocupa é que pela idade gestacional de 7 semanas já era pra ver o embrião e não tem nada aqui, vou te pedir pra fazer uma eco mais moderna, com doppler, pra confirmarmos o diagnostico, por enqto, não afirmo nada. Pode ser que vc tenha uma gestação anembrionária!!!”. Como sou enfermeira, me arrepiei na hora peguei a solicitação de exame e fui fazer a eco, não sei como mas consegui que me passassem na frente de todos e entregassem o resultado na mesma hora… qdo li o resultado meu mundo caiu, porem a medica que fez a eco disse que havia esperança e que poderia acontecer um milagre… Bom, pelo que eu conhecia as chances eram mínimas,era só Deus pra fazer um milagre, se Ele quisesse…

    O pior estava pra vir… como dar a notícia pro meu marido que estava me aguardando pra saber do resultado da eco… Chameio-o pra tomarmos um café… e qdo fui contar não me aguentei e comecei a chorar… até que então saiu… contei tudo… ai doeu muito ve-lo chorar de tristeza! Que decepção! Foi um momento de muito sofrimento, que nunca queria ter passado! E jamais imaginei estar passando por aquilo… parecia que estava tendo um pesadelo horrivel… queria ter esperança, como a medica disse, mas la no fundo sabia que tecnicamente as chances quase nao esistiam… Era só Deus e Sua vontade!

    Cheguei em casa liguei pra minha medica e contei tudo, li o laudo da eco… dai ela pediu pra que fizesse repouso absoluto (deitada mesmo! sem andar pela casa.) e tomasse aquela medicação (Duphaston)…

    Bom, Sexta não senti nada… passei super bem… Sabado, tinha sangramento so qdo me levantava… então o tempo todo deitada… e domingo, começou a sangrar bastante, mas deitada eu conseguia controlar… até que segunda, não parou mais de sangrar… estava como mentruação… chorei muito… liguei pra médica e ela disse que estava abortando expontaneamente…

  39. Foi e está sendo muito duro… não consigo dormir, e qto mais o tempo passa mais triste fico… sei que tenho que ter força e dar a volta por cima… mas no momento estou fraca e sem forças pra lutar com meus sentimentos… as cólicas são muito fortes, estou a base de remedios… mas a maior dor é a do coração… aquela dor que vem lá de dentro e dá um aperto… uma sensação de solidão… Bom o que tenho que fazer é dar tempo ao tempo… e confiar em Deus… pra que Ele console o meu coração e do me marido… Um forte abraço…

  40. Pontinho de luz que se apaga dentro de mim…

    Primeiro surge o aviso silencioso e repentino.
    Sentes um mar vermelho a correr-te como se todos os peixes tivessem sido assassinados
    e tingissem o oceano do teu ventre com a cor do sangue.
    Ficas apavorada, corres e rodopias sobre ti mesma como um escorpião encurralado.
    Debates-te então… o desespero e a raiva.
    Seguras no ventre como se segurasses um pássaro ferido por uma pedra certeira.
    As tuas faces ruborizam-se de desespero e
    os olhos inundam-se de lágrimas que se soltam como se fossem uma cascata espumante.
    Pensas: – És tu meu filho? – Porque me foges?
    PORQUE TE ESVAIS EM MIM COMO SE NÃO HOUVESSE ESPERANÇAS?
    Como se não houvesse prece a iluminar o coração,
    nem flores, nem pássaros a iluminar o sossego do teu sono!?
    Ah… não pode ser! És tu amor?
    Não… não me fujas como se tivesses medo do vento e do mundo.
    Porque me escorregas do ventre numa fuga serpenteada que se alonga no tremor angustiante do meu corpo?
    Oh, amor… não vás..!
    Fica em mim porque tenho rios límpidos onde poderás mais tarde brincar, com os teus dedos de seda,
    onde patos amarelos de plástico nadam movidos por uma estranha leveza, arrancando sonoros risos à tua boquinha de anjo.
    Tenho um amor inigualável para te mostrar nos meus braços ávidos de ti. Histórias dentro de mim,
    a florescer como vales intermináveis como flores silvestres a proliferar na minha ansiosa imaginação.
    Fertilidade é o que não falta à minha imaginação, amor… ah… sim!
    - Tenho sonhos, sorrisos, noites de insonia, talvez alguns ralhetes desprevenidos, mas não… não vás!
    Desejo-te mais do que à própria vida! Ouviste meu anjo?
    Tu és a lufada de ar fresco que eu preciso para me sentir feliz,
    para renascer no tempo e na certeza de sentir de novo a grandiosidade de ser mãe. Não vás… espera! Amor…. Amor….
    - Oh, porque te foste embora?
    Porque escorregas pelo meu corpo, num diluvio rubro e morno,
    como se tivesses pressa de sair do aquário onde te entrelacei com os meus braços transparentes?
    Em cumplicidades inigualáveis, entre monólogos carinhosos como aqueles que mantenho com as plantas do meu jardim?
    Meu Deus! Que desespero!
    Resta-me a dor da perda. As lágrimas que inundam os meus olhos como uma tempestade tropical de ventos afoitos e estranhos.
    Resta-me a angústia de não ver o teu sorriso, embora o tenho adivinhado em todas as crianças a brincar nos jardins
    e que beijei em pensamento, ao imaginar-te no meio delas.
    Resta-me esta vontade de te falar de solidão, e de uma estranha saudade que se enraizou no meu coração
    como se fosse uma doença incurável.
    Amor… talvez eu te encontre logo mais, nos rios intransponíveis dos meus sonhos,
    e te embale finalmente nos meus braços, te conte histórias de encantamento
    e te diga bem alto como quem prega para ma multidão anônima e desinteressada:
    A M O – T E… A M O –TEEEEEEEEEEEEEE!!!

  41. Luciana Teles disse:

    Olá Ana Paula!
    Estou com 10 semanas de uma gestação anembrionada, fiquei muito triste e sem entender o porque daquilo ter acontecido depois de tanta espera, em minhas pesquisas sobre o assunto, achei seu maravilhoso Blog.
    Hoje estou esperando a pedido da médica meu organismo espelir sozinho e tenho esperança de logo ter meu bebê.
    Parabéns pelo Blog maravilhoso e Deus te Abençoe.

  42. Olá para todas que contaram sua história com este problema.Fevereiro passado também passei por isto,casada há nove anos estou tentando engravidar há uns quatro e não consigo.Primeiro descobri que era portadora da síndrome de ovários policísticos,tratei e consegui melhorar,quando chegou dezembro passado fiquei grávida e não sabia,fazia teste e dava negativo só no exame transvaginal descobri que estava com uma gravidez anembrionária.No dia 21 de fevereiro abortei,a dor é horrível só quem passa por isso sabe o que é,agora estou tentando engravidar novamente mas está um pouco difícil.Não sei se vou conseguir hoje comecei a fazer tratamento,espero que de certo!

  43. Sabe tava lendo seu documentario e tenho que falar…
    Eu estava gravida de 2 meses, e no sabado tive um sangramento no qual eu descobri que tava com uma gestaçao anenbrionaria (ovo cego)!
    Logo o medico disse que teria que fazer uma curetagem, meu chao se abriu, fiquei desnorteada completamente.
    Estava tao feliz porque iria ser mae, sempre foi meu sonho e agora ficou so nas lembranças. Ontem fiz a cirurgia porque nao quis esperar descer por si proprio, deve ser horrivel voce ver os restos do seu filho sair…
    Estou triste demais.

  44. Selma Márcia G. Rocha disse:

    - Olá Ana, olá meninas…

    Assim como tantas outras cá estou pelo mesmo motivo de vocês.
    No dia em junho/09 descobri que enfim estava grávida pela primeira
    vez, aff que alegria, estava esperando por este momento à 5 meses.
    Apesar de meu marido não estar totalmente de acordo com uma gravidez,
    uma vez que ele já tem filhos, ele sabe que este seria um sonho realizado
    e ficou muito feliz com a notícia.
    – Contamos para todos os amigos e familiares, meus pais ficaram anestesiados,
    seria seu primeiro neto (a), meus irmãos aiiii pareciam que eles eram os
    pais.. que Delicioso sentimento de alegria meu Deus.
    - Tudo corria bem, sem muitos enjôos, chegou o dia da minha 1ª Ultrason
    que delícia, iria saber se estava tudo bem com meu bb. Cheguei ao médico
    com muita vontade de fazer xixi, pois ele havia pedido para tomar bastante água,
    e assim o fiz. Pedi que ele fizesse o exame logo, se não eu iria fazer o
    xixi na maca mesmo rsrs.. E assim ele o fez, quando perguntou a idade
    da gestação eu disse que seria de umas 5 semanas ele disse que não estava
    vendo o embrião, mas que era Cedo pois tinha o saquinho de mais ou memos
    5 semanas e 4 dias; Pois bem..
    - Duas semanas depois estava no trabalho e ao ir ao banheiro vi aquela
    MONSTRUOZA borra de café que vcs sabem… na hora já começei a chorar,
    pois sentia que algo não estava bem, fui direto pro hospital onde a médica
    do plantão pediu uma Ultra- Transvaginal, lá ela detectou que ainda não
    tinha embrião e me pediu para voltar na próxima semana, ou caso, o
    sangramento fosse contínuo, mas deixou bem claro que poderia ser uma
    GESTAÇÃO ANEMBRIONÁRIA. Eu, assim como a maioria nunca havia
    ouvido falar deste tipo de gravidez, chorei e muitoooo, voltei pra casa
    e em desespero falei pro meu marido o qual me pediu muita calma e
    disse que “se algo acontecesse nós faríamos outro” que estaria sempre
    do meu lado…. E aconteceu, na próxima semana voltei ao médico já
    sangrando bastante e o mesmo me internou para fazer a curetagem.
    - O medo foi demais, pois na semana que antecedeu a cureta eu entrei
    na net e pesquisei muito sobre este tipo de gestação. Entrei inclusive neste
    bolg, mas não tive coragem de comentar, era muiiita dor Meu Deus.
    - Mesmo com muito medo fiz a curetagem, sai no dia seguinte, não
    senti dor, nem cólicas nem sangramento algum após a cureta, Graças ao
    Bom Deus.
    - Hoje estou aqui 44 dias após a curetagem e cheia de esperanças..

    - Ahhhh!! Ana, uma coisa que eu não disse é que meu bb já tinha nome,
    seria Laura ou Miguel, aliás, será LAURA OU MIGUEL, pois com Fé em Deus
    terei um bebê saudável.

    - Não vamos perder a esperança meninas, nosso dia ahh de chegar!!

    - Ana, muitas felicidades pra você e todos os seus. Estou em sua comunidade
    do orkut, onde tive muito apoio e conforto. A Sua Laura é linda, ainda
    venho aqui contar que também “tenho minha Laura ou meu Miguel”

    FÉ EM DEUS, ESPERANÇA NO PEITO E SORRISO NO ROSTO!!

    Luz para Todas!!

    Beijos FÉSTEIS.
    Marcinha.

  45. OI ana e meninas!!!
    Também tive gravidez anembrionária.Descobri que estava gravida e fiz o ultrassom com sete semanas e não aparecia o embrião,só o saco gestacional,mas ninguém falou desse problema,estava tranquila. Fui à médica e ela pediu todos os exames,no dia seguinte fui ao banheiro e vi um borrão marrom fiquei preocupada,no dia seguinte sangrou muito e fui ao médico.Ele pediu o us transvaginal e descobri a gravidez anembrionária.Ontem fiz a curetagem e sai hoje do hospital e vim pesquisar sobre este problema que nunca tinha ouvido falar.Obrigado Ana por nos ajudar a entender.

  46. Olá Ana …Olá Meninas..passei por isso a 2 meses…tenho 1 filho de 4 anos então seria a minha segunda gravidez ……fiquei muito feliz alias ficamos meU filho beijava minha barriga o tempo todo …ate q um dia fui fazer xixi e lá estava esse temido borrão marron fui ao medico e la fiz uma utra e infelizmente não foi visto o embrião somente o saco gestacional…..chorei muito fiquei muito triste tbm fiz o exame hcg quantitativo e ja estava muito baixo dai tive o aborto espontaneo minha medica pediu para mim esperar 4 meses para tentar engravidar novamente ja foi 2 meses to muito ansiosa..mas q seja sempre feita a vontade de DEUS em nossas vidas ELE sempre tem o melhor pra nós ………….é muito angustiante mas somos mulheres fortes…. E sei q minha SEMENTE(filho ou filha) vai vim logo e saudavel… A GLORIA DA SEGUNDA CASA SERÁ MELHOR Q A DA PRIMEIRA EU CREIO…….bjs pra vcs meninas e bola pra frente………q DEUS os abençoe…….

    Grata …………….NANA ALVEZ

  47. Sandra C Darezzo disse:

    Oi Meninas, ontem foi minha vez….. fiz o meu ultrassom com 6 semana e cinco dias estava MUITO feliz, ia er meu bebê pela Primeira vez, logo que o medico começou a fazer me perguntou se tive sangramento… respondi que não…. ele me disse você não pode comemorar nada, não vi o feto, e a sua placenta esta descolada…. o mundo acabou pra mim naquela hora…. queria chorar mas estava na sala e não queria chorar la, liguei pro meu marido contei tudo, minha mãe estava comigo, deixei ela na casa dela e fui pra casa só queria morrer….. comecei a passar mal ontem a noite com o coração disparado, fui no PS, falei com a ginecologista ela foi super atenciosa, e me pediu outro ultrassom ali na hora, fiz e deu o mesmo resultado, não viam o embrião e uma gravidez anembrionaria, conversei com a ginecolista ela foi super atenciosa comigo, me falou que realmente vou abortar que devo esperar tres dias, e voltar la pra vê-la ontem meu marido e minha mãe conversaram muito comigo, minha mãe dormiu em casa, hj estou me sentido melhor, vou esperar o aborto e como a médica disse daqui três vou tentar novamente!!

    Sei que tudo que acontece em nossa vida é pela vontade de Deus! se for a vontade dele logo, logo estarei com meu bebê!!

    Beijos – Deus nos abençõe com muita fertilidade!!!

  48. OLA MENINAS EM 12 DE MAIO DE 2009 ,TAMBEM TIVE UMA EXPERIENCIA TRISTE COM UMA GRAVIDEZ ANEMBRIONADA .A FELICIDADE DE ESTAR GRAVIDA E TANTA QUE NUNCA IRA PASSAR POR NOSSA CABEÇA ESTA COM UM SACO GESTACIONAL VAZIO ,A DOR E TAMANHA QUE NAO DESEJAMOS PARA NINGUEM NEM PARA O PIOR INIMIGO MESMO NAO TENDO INIMIGO POIS TEMOS QUE PERDOR SEMPRE PARA VIVERMOS COM A ALMA TRANQUILA .EU SOU CASADA A 6 ANOS E EM OUTUBRO DE 2008 DECIDI QUE ERA HORA DE TENTAR ENGRAVIDAR EM FEVERREIRO DE 2009 DESCOBRIR QUE ESTAVA GRAVIDA POR SER 1ª FILHO A FAMILIA FICOU RADIANTE MEU ESPOSO TAMBEM ELE TEM 34 ANOS E E APAIXONADO POR CRIANÇAS ,AINDA DOI MUITO QUANDO ME LEMBRO DA MINHA BARRIGA E DOS SONHOS QUE TEMOS EM RELAÇAO A VIDA .HOJE E DIA 14/10/09 FUI A MINHA GC E ELA PASSOU VARIOS EXAMES PARA MIM E UM ESPERMOGRAMA PARA MEU MARIDO VOU FAZER OS EXAMES E DEPOIS CONTO PARA VOCES . PERDI O MEU BEBE COM 3 MESES JA ESTAVA SONHANDO COM SEU ROSTINHO .MAS HOJE ESTOU CONFORMADA E REZANDO PARA QUE DEUS ME ABENÇOE PARA ENGRAVIDAR DE NOVO E SE DE TODA FORMA NAO FOR POSSIVEL ESTOU DECIDIDA A ADOTAR UMA CRIANÇA .
    BEIJOS E CORAGEM E NUNCA DEIXE DE SONHAR!

  49. gisele de souza disse:

    eu passei por essa experiencia a uma semana, e sei como e dificil. quando uma mulher engravida e um momento magico, que embora o nosso corpo sofra por uma trasformacao imensa, nos conseguimos enchergar em nos pura beleza… depois de tanta espera consegui engravidar todos da familia ficaram felizes e realizados , o meu filho daniel com 7 anos era o que mais curtia e que mais sofreu com as noticias( primeiro da gravidez e depois da perda). apos dois meses de gestacao estava em casa e quando fui ao banheiro vi que estava sangrando, levei um susto e liguei para o meu esposo que nao estava em casa . Ao chegar la a medica me encaminhou para fazer uma usg e constatou uma gravides anambrionaria fiquei arassada e minha preoculpacao era como iria contar para o daniel, ele chorou muito e me perguntou se nao teria nunca um irmaozinho, e eu disse que tinhamos que esperar uns 2 meses para engravidar novamente, e so assim ele aceitou. Agardo anciosa por esses 6 meses que tenho que espetrar para póder engravidar novamente.Parabens por ter tentado novamente e conseguir engravidar, porque ser mae e a melhor coisa do mundo………..

  50. annie costa disse:

    ola,
    ha um ano,eu e meu esposo tentavamos um pre tratamento;Ao decorrer do tempo foi preciso um tratamento duro e eficaz,no qual resultou series de exames. A minha medica concluindo esses exames,me receitou CLOMID.
    Tomei no quinto dia do ciclo por tres dias,o resultado claro,POSITIVO.
    Minha anciedade era tanta que esperei apenas 5 dias de atraso. Minha alegria era tanta que me deu vontade de gritar para o mundo inteiro ouvir! No dia seguinte,passei o dia inteiro ligando para as minhas amigas,clientes etc…
    Passando-se o tempo,sentia poucas colicas,encomodos e algumas coisas fora do nomal.
    No dia 21/09/2009 sentir uma colica diferente,ao ir ao banheiro vi pouco de sangue,corrir para PS,foi quando me deram a noticia que infelismente perdir,nao so um,e sim,dois bebes.
    Vcs devem imaginar o quanto eu sofrir,choro o dobro,sinto o dobro e sofro o dobro; Hoje 34 dias depois,sinto que estou gravida novamente,sem a ajuda do CLOMID. Por isso amiga,nao desanime,nao desista de ser mamae;Fe, esperança e paciençia.

  51. Parabéns Ana pela superação e por essa linda menina.

    O seu caso é quase parecido com o meu,eu também passei por uma gestação anembrionária.Com 10 semanas ainda não visualizava o embrião,apenas o saco gestacional e a vesícula o médico achou melhor fazer uma curetagem,mas começei abortar em casa,foi uma dor horrível,fui direto para o hospital para fazer a curetagem,pois existia resíduos de placentários.
    Realizei alguns exames, onde os resultados foram normais,passaram-se 3 meses estou tomando ácido fólico e o médico já me liberou para tentar engravidar novamente e quando eu conseguir vou fazer um suplemento de progesterona.Confesso que estou com um pouco de medo que algo de errado possa acontecer de novo,mas estou com muita fé

  52. Esqueci de comentar que se for uma menina vai se chamar Laura.

  53. eu tive uma gestação amenbrionaria o medico estava em duvida se era uma gestação inicial ou amembrionaria com 3 ultrassom agora que teve certeza
    hoje ja estou de 5 meses ate hoje não fiz a coletagem ele disse ,que o corpo vai por pra fora . isso e um sofrimento.NO começou com um sangramemto fui ao medico no ele falou que era normal fui para casa o meu sangramento durou um mês quando fui no genecologista ele me pediu outro ultrassom e agora meu utero esta fechado mais a resto nele como vai fazer a coletagem com o ultero fechado

  54. veronica villella disse:

    Oi Ana, é muito positivo seu depoimento. eu tambem tive um ovo cego e estou em precessso de aborto ainda, é horrivel a sensaçao de vazio que agente experimenta, mais ainda por que nós fazemos tantos planos, idealizamos tantas coisas pra o nosso futuro bebe, e derrepente agente fica sabendo que ele nao vai existir. acretito que deve ser terrivel pra aquelas mulhers que sim tem o bebe já formado e mexendo e perde. me conformo em saber que posso ser mae dinovo, e que é normal isso acontecer, fico feliz por voce e por todas as mamaes que passaram por isso e hoje tem os seus filhotes no colo. e pras que nao tem ainda que continhuem tentando, no tempo certo Deus as dará, beijos a todas. continhuarei na minha eterna busca.

  55. Oi Ana…
    Estou ainda meio apreensiva, pois a semana passada, dia 16/12/09, eu recebi a notícia que eu tanto queria… q estava grávida, fiquei muito feliz, aí alguns dias depois eu fui ao hospital com dores na barriga, o médico ao me examinar disse que eu estava com suspeita de aborto, mas não estava sangrando. Fui para casa e novamente um ou dois dias depois voltei ao hospital, com o mesmo diagnóstico: suspeita de aborto. Fiquei internada e no hospital fizeram uma ultrassom – transvaginal em mim, e descobrirão que eu só estaca com o saco gestacional e não identificaram o embrião, mas o médico relatou que terei que fazer um outro ultrassom daqui umas duas semanas.
    Quando soube do caso, chorei muito, com medo que acontecesse de ter uma gestação anembrionária, mas meu esposo e familiares vem me dando um apoio muito grande.
    Ainda estou anciosa, não sei se é normal não ver o embrião já que o meu saco gestacional ainda está com 6,6 mm e por estar no começo da gravidez com 6 semanas ou será que estou mesmo sem o embrião.
    Seu site me esclareceu algumas dúvidas, espero que o diagnóstico daqui algumas semanas possa ser ao contrário.
    Espero que Deus possa me dar a grande benção de ser mãe, beijos a você e sua linda filha Laura, um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo.

  56. estava muito feliz mas meio apreensiva com 5 semanas fiz uma trans o go disse que estava tudo normal com 9 semanas disse que tinha parado de desenvolver e nao ouvia os batimentos fiz outro ultra em outra clinica resultado seu embriao parou de desenvolver o chao se abriu e eu quiz sumir o go pediu para esperar 10 dias estou no 4 dia comecei a sangra meio marrom estou aguardando por uma expulsao se Deus quizer nao precisarei fazer a curetagem e espero anciosa poder tentar novamente havia me esquecendo meu marido é um anjo e esteve comigo o tempo todo e muito preocupado em saber como estou estamos bem e conformados apenas vamos adiar nosso sonho e sabe porque o medo trabalho num hospital bjs

  57. Espero que um dia deus me abencoe porque este e o segundo aborto que tive um nao precizei de culetagem o outro sim e muito triste . estou me rrecuperando nao tenho filho.

  58. Oi meninas, também estou passando por esse momento. Fiz uma fertilização em janeiro e no dia do BHCG foi aquela alegria….super positivo, mas 1 semana depois começou o tormento. Na 1. ultra o médico não viu nada, eu e meu marido ficamos perplexos, não acreditamos que aquilo estava acontecendo conosco, depois de tantas tentativas e um resultado positivo, não acreditávamos que nada estava se desenvolvendo. Na 2. ultra o médico conseguiu ver o saco gestacional muito pequenino e não nos deu esperança nenhuma, mandou que voltássemos dias depois. Enfim, na última ultra o saco havia crescido mas sem embrão, ainda o médico disse que poderia “terminar”com aquela gravidez já que nada irá pra frente. Bom, faremos mais uma ultra daqui a alguns dias e com poucas esperanças…estamos sofrendo bastante, mas vamos ser firmes para começar uma nova tentativa ( ainda pedimos a Deus um milagre). Obrigada por poder dividir isso aqui nesse espaço. Não comentamos nada com ninguém e esse momento é pesado….bjs para todas!

  59. Boa tarde!

    Dia 18/03/10 foi o dia da grande descoberta da minha gestação, fiz uma supresa para meu marido com direito a exame com roupinhas de bebê do grêmio, estávamos de férias visitando a familia dele no RS, foi tudo lindo!

    Após RS fomos para Natal RN, curtindo esse novo momento.

    Dia 12/04/10 tive o 1º sinal de sangramento, fiz o ultrason no dia seguinte, quando a médica me mostrou o saco gestacional com 22m.m e sem embrião, eu nao entedia o que estava acontecendo ela apenas me disse que o embriao nao se desenvolveu e que meu médico iria me explicar o que estava acontecendo, fiquei muito mal, nem consegui ligar para meu marido naquela hora.

    Na mesma hora levei o exame para meu médico que me deu 2 opçoes: gestação inicial ou anembrionada, pediu para que eu me acalmasse, pois eu tinha 50% para cada opção por isso, eu nao precisava me desesperar.
    Estou tomando Duphaston para parar com o sangramento e deverei aguardar 1 semana para o próximo ultrason.

    Como eu estava um pouco desregulada com a data da menstruação eu e meu marido refizemos alguns calculos de tempo da gestação para verificar se equivale as 6 semanas e 1 dia (possivel gestação inicial que o exame apresentou), e nao as 9 semanas que nós imaginavamos.

    Mas continuo em cima do muro, pois de acordos com algumas pesquisas, descobri que o saco gestacional inicial tem até 20m.m e acima disso seria gestação anembrionada, como o meu tem 22m.m….

    Sei que tudo em nossas vidas é permitido por Deus e ele só permite pq sabe que somos capazes de suportar tudo isso.
    Depois de tantas histórias semelhantes com a minha, prefiro nao me iludir mais, nem me martilisar tanto .

    Terça -feira 19/04/10 será meu próximo ultrason que responderá a todas as dúvidas.

    Um gde abraço e que Deus esteja conosco em todos os momentos..

  60. Olá meninas! Me chamo Claudia tenho um filho de 8 anos o Enzo e um ano sem contraceptivos, tentando engravidar, e em 06/02 descobri a gravidez!!! que felicidade!!! CONTAMOS A TODOS, meu filho Enzo até chorou de emoção de tanto que queria aquele irmão (ã), eu já era mãe pela 2ª vez! e com 11 semanas num domingo começou um pequeno sangramento e no dia 31/03 já tinha agendado o ultrasson morfológico (levaria meu filho para ouvir o coraçãozinho seria meu 1º ultra)porém como é engraçado o destino… neste mesmo dia pela manhã tive que fazer um ultrasson transvaginal de emergência pois o sangramento havia aumentado e para nossa surpresa cadê o embrião? tratava-se de um gestação anenbrionada (NUNCA tinha ouvido falar), o saco gestacional estava irregular, meu mundo caiu!!!!!meu coração foi arrancado do meu peito! meus sonhos?? meus planos?? e a alegria do ultrasson agendado para este mesmo dia, que até filmaria?? o que falaria para meu filho me esperando em casa para irmos ver o Bebê???NADA! tudo acabou, aí começou um pesadelo!!! resumindo tive que fazer uma curetagem em 06/04, foi horrível emocionalmente falando, numa maternidade onde vi vários bebês nascendo e as colegas de quarto com eles (bebês) ao lado e eu sózinha??!!!!!chegavam as visitas e perguntavam e o seu???aí tinha que explicar!! foi-se então um sonho! estou me refazendo…meu esposo e familia dando o maior apoio e todos se refazendo! mas Creio que Deus é na minha vida! e logo voltarei aqui em nome de JESUS dar um bom testemunho, agora vou ao meu médico na sexta próxima 23/04 para os preparativos para minha próxima gestação..torçam por mim! obrigada por me ouvirem! bjus

  61. Danielle Carneiro disse:

    Oi imagino o q vc passou. Engravidei em 2005 e meu 1 ultrason deu esse diaginostico tbm; porem nao acreditei e repeti, deu a mesma coisa; marcamos a curetagem e no dia minha medica pediu p fazer um outro ultra so p ter certeza foi ai q veio minha grande surpresa , no 3 ultra apareceu o bebe c os batimentos cardiacos normais!!!! hj estou gravida novamente e fiz um ultra e deu o mesmo diaginostico agora estou apavorada novamente porem c grande esperança d acontecer o q aconteceu c minha 1 gravidez!!!

  62. Bem eu resolvi escrever, pois descobri que tava gravida dia 23 de bril de 2010 de quase 10 semanas, fikei super contente pois era o primeiro filho. Mas passado 15 dias fui fzer a 1ºecografia e la estava o que eu menos esperava uma gravidez anembrionaria, depois de me explicarem o que realmente isso era, fiquei em estado de choque. Eu sei que mtas pessoas passam por ixo e por isso queria dizer que é uma dor muito forte e que a recuperaçao é dolorosa, mas que apesar de tudo temos que seguir em frente e voltar a tentar. Beijinho para todas

  63. Silvia R. Mendes disse:

    Olá, Cristiane!
    Antes de mais nada, quero dizer-lhe que a história da Ana nos serve como consolo e prova de superação, pois a linda Laura é a prova de que Deus existe e que está ao nosso lado!
    Eu tbm passei por uma gestação anembrionária. Descobri que estava grávida dia 09/02/10 e dia 02/03/10 tive a triste notícia de que se tratava de uma gestação anembrionária, nossa! falta o chão na hora em que o médico fala! e a angústia de esperar por mais uma semana para ter o diagnóstico confirmado?! um terror!!!!
    Fiz curetagem no dia seguinte. Posso garantir-lhe que é um processo quase indolor, pois o que mais nos machuca é saber que não existe um bebezinho no saco gestacional!
    Essa foi a minha segunda tentativa de ter um bebê, pois perdi o meu primeiro filho em abril de 2009. Estava grávida de 5 meses quando sofri um aborto tardio, o médico me disse que isso aconteceu porque tenho Incompetência Ístmo Cervical.
    E eu me desanimei com essas tristes experiências????!!!! Claro que não, pois sei que Deus está conosco!
    Estou recuperada e daqui uns dois ou três meses estarei tentando novamente e desta vez CONSEGUIREI!
    Renove suas esperanças e vá ao encontro da felicidade sem medos!
    Um forte abraço!

  64. oi meninas! me chamo claudia, TENHO 36- anos
    eu sei o que vcs estão passando, e peço a deus que fortaleça a nossa fé,
    ele sabe todas as coisas e dificil, mas precisamos ter fé.
    tive 2 gravidez anembrionaria, a primeira eu estava com 9 semanas quase 10, fiz o ultrasom , e ñ visualizou o embrião, repeti e novamente ñ visualizou, fui para casa, a médica pediu para ficar de repouso, só que eu já estava com sangramento. tive aborto espontâneo e ñ sabia , quando repeti o exame o médico falou que ali só tinha restos de sangue , fiquei sem chaõ, na hora nã chorei, pois fiquei anestesiada. Na recepção, ai sim que a ficha caiu,eu só chorava, e muito. como e dificil.
    issso aconteceu em novembro de:2009, em fereveiro de:2010 engravidei novamente, e o medo, que tudo que tinha acontecido comigo se repetiçe, eu tenho muita fé, e uma familia maravilhosa que me deu muita força, principalmente minha irmã “joana” e meu esposo “mário”. mas infelismente aconteceu novamente.fiz curetagem, levaram o material para analise, e agora vou saber o que esta acontecendo comigo. por alguns momentos, eu perguntei para deus porque? e se ele tinha me abandonado, porque eu tirei um apalavra na bibilia, e ele falou que o que ele tinha prometido ele iria me dá.mas a duvida continuava , mais deus; pela segunda vez? então eu entedir, que não era a minha hora ainda, mais sim a hora de deus. estou mais calma, deus esta comigo, e agora vou passar no retorno dia 10/05/10. e vai da tudo certo. se deus quiser e a medicina ajudar. estou muito confiante.
    agradeço a todas que leram este depoimento, e voltarei a escrever novamente, tenho fé que será para da o meu testemunho da vitoria.
    ACREDITEM MILAGRES ACONTECEM.
    MUITOS BEIJOS E MUITA PAZ ,A TODAS AS AMIGAS.

  65. olá, decidi contar minha historia, namorei 7 anos e me casei, esperei um ano e como eu sempre sonhei em ser mãe, parei com a pilula e comecei a tomar acido folico passaram 9 meses e nada de engravidar e no 10 mes finalmente engravidei, fiquei muito feliz minha familia toda também, mas com 7 semanas quase 8 comecei a ter uma sangramento fui a medica ela me avisou que poderia ser um começo de um aborto me deu dois remedios pra tentar segurar, mas não adiantou no dia seguinte fui direto ao hospital fiquei o dia todo fizeram uma ultra mas não deu pra ver o embrião só o saco gestacional , mandaram eu fazer repouso em casa , fui pra casa e 1 hora depois o sangramento aumentou voltei ao hospital arrasada meu mundo tinha desmoronado pois eu ja sabia q não tinha mais jeito, me internarão e no dia seguinte fizeram outra ultra e ja não tinha mais nada só coagulos de sangue , fui pra casa arrasada e ate hoje ainda as vezes eu choro como se fosse hoje `
    Só descobri que tive uma gravidez anembrionaria porque pesquisei na internet.
    agora vendo casos de outras pessoas q tambem passaram pelo mesmo que eu me ajuda muito!!
    Bom Deus sabe o q faz né!!
    e por fé nele q não quero esperar o tempo q a medica pediu de 3 meses já se passou 1 mes fiz outra ultra esta tudo certinho comigo meu caso foi simples então minha ansiedade não quer aguentar esperar
    confio em deus !!!!!!
    obrigada Ana Paula pelo seu depoimento me ajudou muito!!!!

  66. Hoje descobri que meu bebe parou de se desenvolver. A dor é imensa, o mundo acaba, realmente os sonhos desabam. Ja estou com sangramento que está aumentando mais e mais. É muito triste, só quem passa entende e por isso que ler os testemunhos faz com que eu acredite na ESPERANÇA, de que um dia terei um bebe lindo e amado nos meus braços. Para mim não importava que meu bebe tinha 13mm, para mim ele tem o tamanho do meu coraçao e de todo amor que eu tinha pra dar.

  67. Olá amigas, estou passando por essa aprovação tbém. Comecei um tratamento p/ engravidar em fevereiro de 2010, pois tinha ovário policístico.Menstruei pela última vez dia 31/03, fiz meu exame de sangue dia 04/05 e a surpresa:positivo, estava grávida.Só vcs podem imaginar a alegria que senti,pois já passaram por isso. Eu já tentava engravidar a anos antes de iniciar o tratamento.Porém, logo minha pressão começou a subir,chegou a 18×10.Isso começou me preocupar.
    no dia 14/05 fui na minha primeira consulta com o médico, antes do médico me chamar percebi que estava sangrando.Ele me encaminhou p/ o hospital onde fiz uma ultrassonografia, e p/ meu espanto não havia feto algum.Pela tarde fiz um exame de beta novamente e deu positivo de novo, mas acredito que já perdi, pois continuo sangrando.Amanhã farei outra ultra e conversarei com meu médico.Fiquei feliz em saber que vc conseguiu ter a Laura amiga depois da decepção, e por isso não vou desistir.Sei que DEUS ME ABENÇOARÁ COM UM FILHO SAUDÁVEL na hora certa.No inicio até me revoltei contra DEUS, mas já passou!BJOS A TODAS AS BATALHADORAS COMO EU, E NÃO DESISTAM JAMAIS PORQUE EU JAMAIS DESISTIREI!

  68. pela segunda vez eu perdi meu filho ,com essa tal de gravidez anembrionada ,estou em estado de choque ,porque a primeira eu tive aborto espontaneo ,essa segunda meu corpo ainda nao expulsou ,estou muito triste ,decepcionada ,revoltada e nao me conformo ,,,,,,,,,,,,,,,,,,,
    quero muito ser mae ……….

  69. OI amigas, eu dia 16/04/2010soube que estava gravida na mesma hora liguei para meu esposo e contei a novidade, e assim por diante todos foram sabendo simutaneamente, foi uma felicidade em para toda familia. Na semana seguinte comecei meu pre-natal, todos os exames. Meu filho de cinco anos ja havia escolhido o nome se fosse menina, e meu esposo se fosse menino. Dia 22/05/2010 comecei a sangrar, liguei para minha médica e falei para ela o que havia acontecido e ela pediu para eu ir repetir a ultrasson que eu havia feito duas semanas antes que por sinal ela nao havia visualizado o embriao, quando cheguei para realizar o exame constastou-se uma gravidez anembrionaria. Ficamos arasados!! Fiz na quinta-feira a curetagem e hj estou bem e de repouso. Mas tudo bem, nao irei desistir daqui uns dias estarei na luta por mais um bebe… Se deus quizer em breve entarei aqui para comunicar minha proxima gestação…” Tenham Fé em Deus, ele tarda mas não falha.” Bjus a todas…

  70. Cleiziane Ramalho disse:

    Oi meninas, tenho 23 anos e sou casada ha 6 anos e meio. Com tres anos d casada tentei engravidar. E consegui apos 3 meses d tentativas estava gravida, com 12 semanas d gestacao tive um sangramento e ao bater a ultrassonografia ouvi falar pela primeira vez na minha vida sobre a GA, fiquei mt triste, o medico pediu pra esperar uma semana, e como ao fim dessa semana nada se resolveu fiz a primeira curetagem. Depois de 6 meses tentei engravidar dnovo, e depois d 8 meses d tentativa estava gravida dnovo, mas pra minha surpresa nao foi diferente com 3 meses fiz outra ultrassom e tive outra GA, e fui pra minha segunda curetagem, os piores dias da minha vida. Fiz uma em agosto de 2007 e outra em outubro d 2008. Hoje dpois 3 anos tentando vou tentar dnovo. Q Deus faça a vontade Dele q com certeza vai ser o melhor pra mim. Tchau meninas boa sorte pra todas nos.

  71. Ola meninas, tenho 25 anos sou casada sei o que todas sentiram quando descobriram o diagnostico passei por issso ha 7 dias atras, sei o quanto e dolorido esperei por esse momento 5 anos da minha vida nunca fui muito ansiosa, mas o meu esposo meu DEUS era o sonho dele, no 1 dia de atraso da menstruaçao ja sabia que estava gravida nunca atrasou isso foi no domingo contamos para amigos familiares todos entavam radiantes de felicidade enfim um herdeiro, no outro dia fui fazer uma ultrasson nao via a hora de ve-lo mesmo sabendo que era bem pequeno, chegando no medico ele apenas me disse que ainda era cedo vinhesse com uns 15 dias depois ja achei estranho pois minhas amigas todas ja vinham alguma coisa mesmo nos primeiros dias, meus esposso ficou sem entender nao sabia que existia gravidez anebrionaria nem fiz pesquisa na net tambem o medico ainda nao tinha me dado o laldo estava apenas esperando para a outra ultrasson, 2 dias depois senti um vazio dentro de mim e uma vontade imemsa de chorar nem eu sabia o porque meu esposo tentava me alcamar e nao consegui n estava pensando na ultrasson ou o que o medico me disse era um vazio no meu peito, quando fui ao banheiro fazer xixi la estava a minha estrelinha tinha deixado de brilhar falo e ainda choro, entrei em desespero era muito sangue fui imediatamente ao medico ele me disse que era esse tipo de gravidez e nao me disse na 1 ultrasson porque sabia que eu iria sofrer mais entao a propria mae natureza apagou minha estrelinha. se passaram 10 dias do acontecido chorei muito no momento que o medico me falou mas quando sai do consultorio sai firme e forte DEUS me deu força e coragem engraçado que eu quem consolava meus amigos e meus familiares todos choraram. sei que DEUS e grande se n era para ser esse concerteza ele me dara outro. Sim nao precisei fazer curetagem estou muito bem piscicologicamente e fisicamente estou feliz pois estou aqui viva esperando a hora para deus mandar outra estrelinha para brilhar dentro de mim. Meninas se permitam chorar entra em luto mas nao escolher o sofrimento deus e maior que tudo e sabio ele nao tarda e nen falha nossa hora chegarar. beijos

  72. Meninas esqueci de comentar que meu esposo quando casamos foi fazer o espermograma e descobriu que tinha dificuldade para me engravidar fez uma cirugia muito dificil para o homem aceitar e fazer uma cirugia muitos atribui sempre a mulher as dificuldades dei o mair apoio correu tudo bem tempos depois da revisao o medico informol que mesmo com a cirurgia nao resolveu muito tinha poucas chance para ser pai ele nunca me disse isso so no dia que engravidei entao disse DEUS opera milagre em nossas vidas quando perdi eu disse DEUS e maior que tudo ele nos deu uma amostra do que ele pode fazer nas nossas vidas hoje apesar de tudo estamos aqui felizes esperando a hora de nossa estrela brilar.

  73. Olá meninas! Descobri minha gravidez logo após uma viagem de férias, na verdade foi a viagem em que eu e meu marido, programamos “fazer” o bebê. Essas férias duraram 10 dias e no último, dia fiz um exame de farmácia que deu positivo. Quando retornamos, fiz o Beta HCG e positivo! Ficamos alegres e mal acreditávamos que tínhamos conseguido na 1ª tentativa, após, 5 anos de casados. Contamos para toda a família que estava grávida de apenas 4 semanas. No dia 30/06 tive um sangramento intenso, seguido de coágulos, no mesmo dia iniciei a Utrogestan, receitada por minha médica. Já sabia que estava passando por um aborto espontâneo… O sangramento durou 4 dias, porém, no terceiro dia de sangramento, fiz um US tranvaginal e o médico me disse que o saco gestacional ainda estava lá, sem o embrião e num posicionamento abaixo do normal dentro do útero. Não tinha perdido as esperanças, pois o tal do saco gestacional, ainda se encontrava dentro do útero. Aguardei mais uma semana, para fazer mais um US na 5ª semana de gestação e usando ainda o Utrogestan. O médico viu o saco gestacional que estava numa boa posição dentro do útero (certamente deve ter voltado), o saco vitelínico e o embrião com 3 mm. Não tinha batimentos cardíacos e pediu depois de mais uma semana. Tínhamos toda a esperança de que tudo não se passava de um pesadelo, que o sangramento não foi um aborto e que a gestação continuava, tanto que foi possível ver o embrião. No dia 16/07, fizemos o US e o embrião não tinha se desenvolvido, continuou medindo 3mm e sem batimentos cardíacos. Parei de usar a Utrogestan e estou no aguardo de um sangramento, para ver se aborto sem ter que fazer a “cruel” curetagem. Foram dias que os meus sentimentos foram de felicidade, tristeza, esperança, felicidade e agora uma profunda e dolorosa dor…

    Que Deus ilumine todas as mulheres que já passaram por isso e que nos dê sabedoria e luz para encontrar um novo caminho e seguir adiante.

  74. Bom dia meninas,
    Estou aos prantos lendo os depoimentos de vocês, pois acabei de passar pela mesma dor, ou melhor ainda estou passando.
    Depois de 4 anos de casada resolvi engravidar, estavamos felizes esperando uma gravidez, quando fiquei sabendo que estava grávida, em Junho/2010, fiquei radiante, contei pra todo mundo, meu marido era só sorrisos de tanta alegria. Estava tudo correndo bem, fiz a ultra com 6 semanas e lá estava meu bb com o caraçãozinho já batendo, foi uma emoção muito grande, estavamos felizes, fazendo planos, escolhendo nomes. Eu estava muito bem, feliz.
    De repente num dia estava trabalhando com meu marido, quando tive um sangramento, fiquei preocupada mas esperei até o outro dia, quando fui ao consultório do meu obstetra e pedi uma ultra. Quando estava na sala de espera para fazer o exame tive uma sensação horrivel como se tivesse me faltado chão, uma sensação de desmaio, alguma coisa estava errada eu pensei, mas não perdia as esperanças.
    Foi quando a médica fez a ultra e me deu a triste noticia, meu bb não estava mais lá, era só um saco gestacional vazio. Fiquei arrasada, as lágrimas correram na mesma hora. Eu queria tanto aquele bb.
    Hoje estou em casa esperando meu corpo espulsar sozinho. Estou muito triste, mas não quero ficar chorando perto do meu marido, pois imagino que ele também esteja muito abalado. Por isso vim aqui desabafar com vcs a minha dor. Sei que vão entender, pois só quem já passou é que pode saber.
    Que Deus nos dê forças.
    Ainda quero muito um bb e sei que o Senhor vai me dar um, ainda não era a hora.
    Bjs pra todas.

Trackbacks

  1. [...] – mangostim, 6/5/06. 11. fazer meu relato sobre gravidez anembrionária para blog informativo – agosto de 2008 12. incentivar outra pessoa a fazer uma lista de 101 coisas em 1001 dias – várias pessoas que eu [...]